[eis] #26 - Review do livro Team Topologies

O review do livro Team Topologies, talvez o melhor livro que já li sobre o assunto.

Eis a Newsletter #26

Existem alguns problemas fundamentais que empresas de todos os tamanhos precisam resolver para escalar e principalmente para ganharem agilidade estratégica. Um desses problemas é a estrutura organizacional.

Embora a estrutura organizacional seja importante, ela é ao mesmo tempo um dos problemas mais desdenhados pelas empresas, principalmente empresas em fase de growth. Isso é irônico, dado que uma estrutura organizacional bem pensada no início seria um dos fatores que potencializaria o crescimento sustentável da empresa.

Um problema adjacente que deriva deste problema da estrutura organizacional, é que geralmente a empresa foca no desenho da estrutura e não na essência que a estrutura precisa pra funcionar: 

•  Comunicação

•  Colaboração 

•  Autonomia

•  Alinhamento

Esses e outros pontos importantes são feitos no livro Team Topologies, do Matthew Skelton e Manuel Pais. Talvez o melhor livro que já li sobre o assunto.

Fico muito estimulado quando leio livros que conseguem materializar muito bem argumentos e racionais complexos sobre assuntos que embora você possa conhecer muito bem, as vezes falta a aquela conexão entre assuntos, que é essencial para explicar para times inteiros.

O livro não te explica nada totalmente novo, que talvez você não tenha visto em outros livros, mas a explicação das topologias e quais as propostas que cada topologia se propõe a resolver, é magistral. 

Com uma série de referências de estudos, teorias e análises, o livro monta um racional bem leve de como times de tecnologia devem ser organizados e mantidos em qualquer tamanho de empresa, estimulando a comunicação e a colaboração entre os integrantes dos times.

Ele mostra 4 topologias de times e suas principais responsabilidades e conexões:

  • Stream-aligned team

  • Enabling team ​

  • Complicated-subsystem team

  • Platform team

Não vou detalhar esses tipo pra não dar spoiler e estragar uma leitura obrigatória para todo mundo (não apenas líderes ou gestores, mas principalmente integrantes de times) que trabalha com desenvolvimento de software. 

Alguns highlights:

•  Organizations should be viewed as complex and adaptive organisms rather than mechanistic and linear systems. —Naomi Stanford, Guide to Organisation Design

•  By empowering teams, and treating them as fundamental building blocks, individuals inside those teams move closer together to act as a team rather than just a group of people. On the other hand, by explicitly agreeing on interaction modes with other teams, expectations on behaviors become clearer and inter-team trust grows.

•  Conway’s law: “Organizations which design systems ... are constrained to produce designs which are copies of the communication structures of these organizations.”

•  In many organizations, poorly defined team interactions and responsibilities are a source of friction and ineffectiveness.

•  Organizations that optimize for a safe and rapid flow of change tend to use mixed-discipline or cross-functional teams aligned to the flow of change—what we call stream-aligned teams.